24/08/2007

Imagem - Minha Plantação de Amendoim

Bom, às vezes muito raramente, eu fico meio sem ter o que fazer. É, muito raramente. Mas quando isso acontece eu busco na memória a lista das coisas que eu quero fazer "quando tiver tempo". Uma delas foi plantar amendoim! A Susana que trabalhava com as crianças fazendo a merenda e a limpeza no NAE, mora em uma chácara, e volte-meia trazia uns amendoins de sua plantação, fazia uns doces, rapadura, pé de moleque, etc. Daí trocando umas idéias com ela, eu ia me lembrando de quando passava minhas férias "na casa da Vó" em araricá, e dava aquela saudade. Então decidi fazer uma plantaçãozinha por lá. Confesso que quando as folhinhas começaram a brotar do chão meu pequeno coração ficou deveras abalado. Nesses momentos,ás vezes tão simples, reafirmamos umas verdades nossas. Semanas antes dessa foto eram apenas sementes secas embaixo da terra, como se não valessem nada.

Para fotografar, fiz umas experiências com lupas de 1,99
e com o zoom da máquina, até que ficou legal.

Ultimamente a plantação está um pouco abaixo do nível da macega! Preciso tirar um tempinho e ir lá fazer a colheita, estou um pouco atrasado, já está na época de plantar novamente. :)

3 comentários:

sirlei disse...

Oi Edson!
Legal essa idéia de plantar amendoím, é bom sair da rotina de vez em quando e fazer algo diferente, isso nos proporciona momentos muito felizes e de descontração!
Boa sorte com essa e as futuras plantações, e não esquece de trazer um prato preparado com o produto do teu plantio para as colegas. Abraços.

Giovana Canani disse...

Edson!
Adorei como relatou a tua experiência...rss...Passo a passo.
Com relação a comparação que fizeste com a vida, achei muito interessante. Realmente, muitas vezes não percebemos a importância de germinarmos onde estamos "plantados". Mesmo com a terra árida e pedregosa, muitas sementes conseguem de forma persistente germinar e brotar. Assim, muitos de nós...Não adianta reclamarmos do ambient eonde vivemos, precisamos transformá-los...
Abração.

Rosângela disse...

Querido colega,
acho você uma pessoinha muito especial. Quando vi que plantas até amendoim, então, não pensei duas vezes em dizer que só um serzinho de muita luz para apreciar a música, se sensibilizar com uma sementinha a germinar e sobretudo por viver num mundo tão machista e não ter vergonha de compartilhar estas vivências. Deus te conserve sempre assim.
Abraço,
Rosângela